intimidade amparar
o que foge

corpo poema
reflexo estendido
até à exaustão

poema é

ressonância
rachadura
carne podre

deito no dialeto
embebida de séculos
e séculos

o gene de minha vó
é um cuidado a mais
da falta de sentido

13 razões

Seria como encher as mãos de misericórdia
e instalar na aurora da pele
não o fatídico 11 de Setembro
não as 13 razões
nem as guerras a geopolítica
tampouco os 17 anos
já esgarçados
o muro dos outros sobre você
os rótulos os abusos
começando muito menos que suntuoso
na capilaridade das veias
de um jeito que desvendasse
da impermanência
a inutilidade de autômato
a morada sempre a morada
assombrosa
do amor.

Nominata

Teori Zavascki
ou Teoria Zavascki
você se lembra?
mera conspiração
futuro mancomunado
com o passado
exceção
regra do regime
se rebate como libélula
o efeito borboleta
atordoante das hélices
e dos risos das hienas

Romero Jucá
gravado inalterado
absorto
solto no mundo
mero Jucá
o menino da língua grande
– vamos fazer um pacto?

Temer Jamais
mas se Gilmar e Alexandre
da Mendes & Moraes mandarem
quem tem Moro privilegiado
quem tem morto privilegiado
PEC até à exaustão

Praça da Bandeira

Soa na névoa do sol
minha forca (mas é força?)
eu tenho medo
é uma camada umbrática
com raiz de vulcão

e quem venha me dispersar
com seus assomos, seus olhos díspares
me entregue o lampejo dessa inaudita

manhã
que arde na cara dos moribundos
e os faz viver

rasgamos bandeiras.

Errática

Tudo por milagre
parece evaporar
na obstinação da realidade
movimento em falso
o pintor iconoclasta
captura
a ferocidade
de água.

Olhar com a tontura atenta
da vingança
dos bichos enjaulados
e com ferocidade de água
para a falta de contorno dos corpos
estranhamente materiais
para o açodamento do desejo
e a nua manifestação do sem nome
para um corpo de água feito das cheias
e das pescas nas florestas desertificadas
todos os mutilados enfrentam meu despejo
de te reunir neste mesmo e uno sexo.

Tempos escusos – usamos da palavra
sempre sem recursos
obscuros de significar
invasivos incapazes
de externar
a ferocidade de água.