Átropos

É sempre a última vez
que um camelo passa pelo buraco
de uma agulha
que um raio cai num mesmo lugar
que o século XX acaba
que ditaduras florescem
que Hitler, Mao, Idi Amin
se tornam meras figuras históricas
que um mito é apenas um mito
é sempre a última vez
que ele retorna, pródigo
ou que 20 anos depois
já não encontra ninguém
[como seu nome]
e que apenas imagina
parcas, mulheres tecelãs
bichos domésticos
que lhe reconhecem
e adoram
é sempre a última vez
[ou deveria ser]
que homens escalam
cercas eletrificadas
e querem reatar algum passado
com o facão
e esperam sempre
por mulheres tecelãs
ou disparam
disparam
disparam
disparam
nove vezes
contra a possibilidade
de a última vez ser, enfim
a vez derradeira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s