Liberoamérica

Fui convidada pelo Darío Zalgade para participar da Liberoamérica, um portal que congrega artes visuais, cênicas, literatura, entrevistas, ensaios em diferentes línguas, transnacionalizando o contato entre escritores contemporâneos, sobretudo latinoamericanos. Uma proposta interessantíssima que visa “la integración y la pluralidad sociales y la igualdad étnica, cultural, de género, clase, credo, cuerpo y orientación sexual”. Agradeço enormemente. Em meu primeiro post, reuni 4 poemas escritos em 2017: “como quem invoca as portas e os quadrantes”. Eles questionam, por sondagem, delírio e crítica, a maquinização do olhar e do corpo, em suas estruturações mortíferas.

quadrantes

https://liberoamerica.com/2017/10/26/como-quem-invoca-as-portas-e-os-quadrantes/

 

Publicado por

Roberta Tostes Daniel

Roberta Tostes Daniel, carioca. Tem poemas publicados nas revistas eletrônicas Mallarmargens, Zunái, Musa Rara, Diversos Afins, Estrago, Incomunidade, além de blogs e no site do Centro Cultural São Paulo. Incluída nas antologias: “Desvio para o Vermelho” (CCSP), “Amar, verbo atemporal” (Ed. Rocco) e “história íntima da leitura” (Ed. Vagamundo). Email: robertatostes@gmail.com “Sou alguém que espera ser aberto por uma palavra” (António Ramos Rosa)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s