poesia

Nota

A escrita já era pesquisa, sucessão, montagem. Poemas que dialogavam entre si, nos meses em que foram escritos; núcleos, chaves de leituras, ciclos: estava tudo ali. Um apontamento para certa atemporalidade e mística, em consonância com o tatear da linguagem no evanescimento. A metalinguagem na linhagem do abstrato, como que erigida por um olhar tardio, de um exílio reflexivo sobre coisas e acontecimentos. Um longo afogamento: “no fundo / essa vontade de morrer nas coisas / essa urgência de afogada / viver nelas / palavras, pessoas, coisas”. “Sou eu / um barco / ainda ouvindo/ em segredo”: movimento de ancoragem e abstração que é a tônica daqueles poemas. Outros se perfazendo no atravessamento peregrino ao chegar nas coisas: para, então, ser testemunha, aquilatar, transformar. Tempo presente, espaço presente, como também, futuro. Peregrina e cidadã, ainda que navegante. Mulher de possibilidades, devir: dizer com ethos, intertexto e, claro, corpo, corpo, corpo. Retornar à mística, à metalinguagem, propor empirias, circundando a paisagem náufraga ou desértica ou multifacetada da psiquê e das cidades. Aqui, recorte da casa em conluio e é uma “uma casa / perto de um vulcão”, que “pode ser um rastro / da gente / jamais extinto”. Recordação pela ancestralidade, na borda do que há de vir. E se tanto percorri em Março e Abril, dois meses me dizem que o tempo é o absoluto relativo e não há absolutos na escrita, porque a escrita é costura do imanente que corta o corpo do texto e transpõe a imagem do silêncio. Pede para além do texto. Então, a poeta: eu, outra. Que ela grite, que ela faça greve, resista sobre os murmúrios do conchavo e do status quo. O que nasce é só e coletivo. Deseja o apoderamento. Ser fruto do tempo, ser respiro, calma e a liberdade do dizer. Depois, o que vier, será o de ouvir.

Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s