Matéria

Na cela do tempo, o downtempo
excarcera a nascente dos ouvidos
da garota com o gosto narcótico dos dedos
invadidos de fumaça.
Todos libertamos um cheiro de náusea
todos liberamos um desejo de pausa.
Frui de seus olhos a mudança de natureza
carne plástica, desenho
nujazz, cabelos lo-fi.
No trip-hop, se oferece em imensidão
elástica.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s