Anistia

Vamos passar agora
uma borracha por cima
de tudo.
Esquecer do ciclo
da borracha, inclusive
e apelar
para os inimputáveis.
É preciso reaver
a joia nacional
é preciso usar mesóclise.
Mãos de ferro e medo
redigem empolada carta.
O Brasil baixa a guarda.
Os brasões emergem
clãs, corporações
armadas, hagiografia.
Vamos redesenhar
a superfície terrestre
e total da miséria
na amnésia
de um escudo.

Um comentário sobre “Anistia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s