Bando

Argumento de pássaro
na solidão circunstanciada dos assuntos.
Mecanismos radicais da indigência
sobre voo e possessivos.
Há tão só o domínio da leveza
e possibilidades.
Comunhões avassaladoras
seres seríssimos, violentos
risos, rios, rasantes
quedas sempre vertiginosas.
Argumento de ninho
na rotina das pernas
na ambiguidade dos idiomas, dos gestos.
Estar só, decifrar nuvens.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s