A literatura me dá
a minha literatura
que não é feita de raios
mas de pequenas explosões de tempo.
Se faz pela torção da linha
mira no erro, acerta o alvo
mira no alvo, acerta o erro.
No conjunto universo da literatura
cada palavra é uma intercessão
uma tangência, rua transversal
do pensamento, convalidação
do cotidiano, sobre torpezas
entre o arcaico e o divino.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s