DERROGAÇÃO

Atravessar na faixa dos acontecimentos
pela régua do desamparo

atravessar uma multidão
pela incidência dos fatos.

Muito tênues, os pés
parados no ato

as sensações no asfalto
(mesmas dores de um parto).

No turbilhão, depois
uma solidão de ruínas

sobre a quietude massiva –
o ar pressuroso

habitado da paixão
(não se demora)

o sinal, vermelho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s