Divisa

A janela da sala na chuva
de onde eu vejo, estreitamente
a correnteza
parece um papel rasgado
de parede cediça
outras janelas
vão descolando
penso que podem ocorrer cataclismos
mas o prédio que divisa o meu
a despeito do que não existe
como um retrato do que não se move
estará para sempre aqui
estranha e, sim, indesejada
testemunha da eternidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s