folhas juncos fios
de eletricidade
um rio
perto e deslembrado
uns emaranhados
automóveis vão buscar meu pensamento
em cascata
água – vegetabilíssima
nua – corto-me
torren
teza
cacho
eira
fluxo: de vidraças
contra o relógio
pra quem sabe
quebrar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s