poesia

Foi preciso muita palavra
até arrancar deste silêncio
um lugar seguro.

Que não dá o seu paradeiro
leva minhas pernas
antiogiva de mim.

Recuso fragmentos
tenho força de abandonar
o caminho escuro.

O que seja a minha lei
desfaço
abro-me ao sol inteiro:

quero um corpo para dizer.

Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s