ostenta
a urdidura dos becos
expostos
os ossos do ofício 
glebas
de cimento e carne
vielas
do descaso
vilezas 
do desejo
bate
rangendo a própria lei
rege
nas narinas 
a ordem inoperante
quer 
de teus ouvidos 
tua alma no ritmo
proibido

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s