Exílio

“Well, only got an hour of daylight left. / Better get started.” (Roger Waters)


Anoiteceu.

Não mais a hora crepuscular
desenhando a sombra
agora submersa
na eternidade da noite.

Diríamos, além-ossos, delirantes:

Temos sido a própria escuridão
inventariando luzes.

No golpe da morte,
mestres do exílio,
na vigília.

A quem, vida?
À luz de qual poente?
Com que carne, em que trilha?

Viajaremos?

Selado está.
Cuidemos de montar
a melhor cavalaria
que nos souber guiar.

Sob um sol refratário
seguiremos.

Aos coices.

3 comentários sobre “Exílio

  1. Gostei do novo visual, retornei hoje de uma viagem e me deparo com este poema e a nova tela. Depois comento melhor, ainda sobre o primeiro impacto das mudanças…beijos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s