poesia

Exílio

“Well, only got an hour of daylight left. / Better get started.” (Roger Waters)


Anoiteceu.

Não mais a hora crepuscular
desenhando a sombra
agora submersa
na eternidade da noite.

Diríamos, além-ossos, delirantes:

Temos sido a própria escuridão
inventariando luzes.

No golpe da morte,
mestres do exílio,
na vigília.

A quem, vida?
À luz de qual poente?
Com que carne, em que trilha?

Viajaremos?

Selado está.
Cuidemos de montar
a melhor cavalaria
que nos souber guiar.

Sob um sol refratário
seguiremos.

Aos coices.

Padrão