Tripartite

cortejo Baudelaire

passando, passando
na rua nunca mais
talvez o tenha visto;

deus o tenha
no cruzamento dos séculos
desencontrando

os sinais.

*

não menos que vermelhos

ardendo de tédio
deitados no poente.

anti
espas
módicos
abismos.

vi de novo; retornava
de alguma prateleira

engolindo
a aurora

tarja preta.

*

duas sombras

atravessavam os passantes
sonhando as espadas,
confluídas no sangue.

guerreavam em silêncio;

no caminho a tarde perde
a razão de atar

um desatino a outro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s