Vascular

Vou sangrar um pouco mais

Só até o ponto da seiva.

Quando o vento me segredar o pólen:

Germinar, desabrochando

A ti.

Livre emanação.

Anúncios

3 comentários em “Vascular

  1. Queria fazer um comentário mais elaborado, mas não saiu. Li, senti cada palavra e a vascularidade dos versos me escorreu. Aliás, essa composição vida vegetal/animal aflorando ficou bárbara.

    Belíssimo, Beta.

    Beijo.

    Curtir

  2. Lindo… “Vou sangrar um pouco mais” e é uma flor, frágil. Do corpo que se entrega e flutua. O peso só está no título e no primeiro verso, como peso do chão, mas voa, no ritmo do poema.
    Beijo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s