E a velha falta de jeito

Manhã alta. Sexta-feira anuncia folga relativa. Um fim de semana inteiro. E assim mesmo o tempo não se expande. Continua escasso para o que se deve. E para o que não se mede. Desejos. Circulam entre obrigações. E a velha falta de jeito para a providência. Imprevidente, porque não sei ser pragmática. A cama toda me convidando, e um fundo desejo de adentrar esquinas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s